O humor no dia a dia

Image and video hosting by TinyPic

O humor no dia a dia

Cada vez mais presente em artigos sobre saúde e comportamento organizacional, o humor se mostra um forte aliado. Seus efeitos já são mais do que comprovados cientificamente. Quem nunca ouviu falar que o bom humor reduz os níveis de estresse e a pressão arterial, combate a dor e promove a longevidade?

Estudos comprovam que encarar positivamente as situações favorece a liberação de uma substância causadora de bem-estar. Por outro lado, a tensão e o mal humor liberam no organismo substâncias que provocam queda de imunidade. Desta forma, podemos concluir que o bom humor é positivo para a saúde e para a vida. Então, deve ser muito bom para o trabalho.

Pois é exatamente a tese de dois americanos que se juntaram para escrever um livro sobre o quanto o espírito leve pode contribuir para o desenvolvimento profissional. Um deles é expert em análise organizacional, o outro é humorista. The Levity Effect (O Efeito da Leveza, em português) ainda não foi lançado no Brasil, mas já é fonte de matérias em revistas por aqui.

Os efeitos do bom humor começaram a ser estudados no final da década de 70. Agora, chamam a nossa atenção, pois trabalhar com alegria pode aumentar o grau de concentração para a solução de problemas e cumprimento de metas. Isso sem contar que a descontração ainda estimula a criatividade e facilita a transição do sentimento de medo para o de segurança.

Mas, como falar em descontração em uma atividade em que seriedade é a base do trabalho? Talvez começar diferenciando que a seriedade não é necessariamente cara amarrada e que descontração não é o bom humor em excesso. Estamos falando de atitudes positivas, de pequenos gestos que denotam a leveza com que uma pessoa enfrenta a vida e, consequentemente, as atividades do trabalho.

Fazer comentários positivos em momentos difíceis, compartilhar preocupações, promover reuniões para troca de ideias, cumprimentar as pessoas no corredor, agradecer um colaborador que realizou um trabalho especial, ser cortês durante um feedback negativo, dar crédito a quem tenha ajudado em uma tarefa, demonstrar real interesse pelos problemas do outro, ter vontade de enxergar pontos positivos mesmo em momentos de crise não nos desviam do foco da nossa atividade.

Pelo contrário, atitudes positivas facilitam o nosso dia e as nossas relações trazendo bons resultados para a vida. Então, que tal tentar dar um toque de bom humor e leveza ao dia-a-dia? Experimente durante um tempo e avalie os resultados. Eles podem ajudar e até mesmo surpreender.

“Considero o senso de humor

uma absoluta questão de inteligência”.

Luiz Carlos Cabrera em artigo publicado na Você S/A.
Fonte: Blog do Ombudsman Itaú
Imagem: Tataribú – TinyPic by robertodearaujocorreia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: