Convivência em equipe

Convivência em equipe

Caio Lauer

Pensamentos divergentes, atitudes que incomodam ou posturas irritantes. A convivência entre pessoas sempre foi um grande desafio nas organizações de todas as áreas de atuação. E como julgar as condutas dos profissionais e estabeleber um melhor meio de conviver? Este é o desafio.

Saber ouvir, perguntar, ter iniciativa, motivação, e colaborar. Talvez estas sejam características de um colaborador perfeito e, se todos agissem dessa maneira, as companhias nunca teriam problemas e só se preocupariam com suas metas e objetivos. Mas na prática, nunca será dessa maneira.

Evitar centralizar atividades e não criticar sem ter uma solução para a indagação são atitudes recomendadas para um ambiente favorável de trabalho por parte dos funcionários. Ana Maria Ferraz de Campos, instrutora da Sociedade Brasileira de Programação Neurolinguística (SBPNL), diz que em reuniões, por exemplo, a equipe deve manter o foco, evitar interrupções ou considerações desnecessárias. A colaboração com ideias é perfeita para harmonizar o ambiente, já que as informações são do interesse de todos os presentes. “Às vezes, é necessário até fazer o papel de ‘advogado do diabo’, pois é preciso levantar prós e contras de determinadas situações”, observa.

Como não pode deixar de ser, a comunicação entre os profissionais é quem dá o tom da convivência no dia a dia. É a principal competência a ser desenvolvida pelos colaboradores nesse contexto. Escutar ativamente os demais membros do grupo e exercitar o diálogo, não apenas como uma conversa trivial, e sim como a capacidade de integrar diversos pontos de vista, deve ser prática constante. É recomendável fazer críticas construtivas sempre, contanto que busque falar de forma adequada, dentro do modelo do interlocutor. “A comunicação deve ser focada não só por meio do que é transmitido para as pessoas como informação, mas na maneira de como se expressar”, aponta a instrutora.

A convivência e trabalho em conjunto exigem profissionais maduros. A maturidade se conquista com aprendizado e atenção de não repetir ações que não deram certo: a observação e consciência de saber pontos fracos e fortes. As fraquezas são como ameaças pessoais. Por exemplo, se o indivíduo é muito impaciente e não consegue escutar seus pares, isso provavelmente será desastroso para a equipe. É necessário se questionar em que ponto pode estar se prejudicando na participação com o time. “É importante o desenvolvimento além da inteligência interpessoal, o da inteligência intrapessoal, que envolve a capacidade da pessoa se conhecer, de ter um modelo individual de trabalho eficiente e usar estas informações com eficiência para regular a própria vida”, explica Káritas de Toledo Ribas, administradora de empresas e coach. De acordo com ela, é a habilidade de perceber os próprios sentimentos.

A referência

Saber escolher a liderança é de extrema relevância para um time. É o líder quem dará o tom da convivência no dia a dia, pois ele precisa ter a habilidade de motivar as pessoas, perceber seus temperamentos e relacionar-se com elas.

Saber identificar o papel de cada indivíduo e intervir de forma pontual para que a equipe se desenvolva deve ser o objetivo a ser perseguido pelos gestores. Para Káritas, o líder deve buscar o fortalecimento do grupo através do engajamento, do diálogo honesto e do estímulo ao crescimento, tanto pessoal quando profissional de cada membro.

“Muitas equipes são espelhos dos seus líderes, ou simplesmente passam a ignorá-los por perceberem que não podem confiar nele. Para estabelecer vínculos de confiança e honestidade com a equipe, é necessário que o próprio líder cuide de seu desenvolvimento. Os melhores líderes são primeiramente as melhores pessoas”, completa a coach.

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso – 401ª Edição
Imagem: Google

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: