A força da paciência

A força da paciência

Entre o Aprendiz e o Orientador se estabeleceu precioso diálogo:

– Mestre, qual é a força que domina a vida?

– Sem dúvida, o amor.

– Esse poder tudo resolve de pronto?

– Entre as criaturas humanas, de modo geral, ainda existem problemas, alusivos ao amor que demandam muito tempo a fim de que se atinja a solução no campo do entendimento.

Querendo compreender melhor o Aprendiz continua:

– E qual o recurso máximo que nos garante segurança entre as desarmonias do mundo?

– A fé.

– Pode a fé ser obtida, de momento para outro?

– Não é assim. A confiança raciocinada reclama edificação vagarosa no curso dos dias.

– A que fator nos cabe recorrer, para que se nos conservem o ânimo e a alegria de servir entre os conflitos da existência?

– A paz.

– E a paz surge espontânea?

– Também não. Ninguém conhece a verdadeira paz sem trabalho e todo trabalho pede luta.

– Então, Mestre, não existe elemento algum no mundo que nos assegure benefícios imediatos?

– Existe.

– Onde está este prodígio, se vejo atritos por toda parte, na Terra?

O mentor fez expressivo gesto de compreensão e rematou:

– Filho, a única força capaz de proporcionar-nos triunfos imediatos, em quaisquer setores da vida, é a Força da Paciência.

(Autor desconhecido)
Fonte: Recebido por e-mail

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: