Qual profissão escolher?

Qual profissão escolher?

Qual profissão escolher?

Luiz Marins

Uma das dúvidas mais frequentes nos jovens e mesmo adultos é qual profissão devem seguir. Há muitas teorias e estudos de orientação vocacional que procuram ajudar jovens e adultos na escolha da profissão, mas nem sempre as pessoas têm possibilidade de contar com a ajuda de um profissional especializado.

O primeiro conselho que sempre recebemos é: “procure fazer o que gosta.” Outros dirão: “procure uma profissão que tenha mercado, que tenha emprego.” O que fazer? Como escolher?

Minha opinião é a de que você deve mesmo procurar fazer o que gosta, o que sente prazer, o que lhe dá satisfação. Se você não sabe sequer o que realmente gosta, um dos conselhos dos especialistas é lembrar do que você gostava de brincar quando criança. Aí pode estar uma boa dica.

Mas não basta fazer o que gosta. É preciso fazer o que gosta com foco, dedicação, comprometimento, estudo, atenção aos detalhes e muita disciplina. Não adianta fazer o que gosta mal feito. Não adianta fazer o que gosta sem se aprofundar no conhecimento, estudar, fazer cursos, enfim, se comprometer seriamente com o que gosta como uma profissão séria.

Mas e quando o que você gosta não tem mercado? Não dá dinheiro, como se diz diretamente?

Não existe absolutamente nada que não dê dinheiro e que não tenha mercado, quando é feito com excelência. Acredite! Mas também é preciso dar tempo ao sucesso para que ele aconteça. Você tem que ser excelente naquilo que fizer durante alguns bons anos até que o mercado o reconheça e o valorize. O problema é que muitas pessoas não querem esperar. Querem o sucesso imediato e isso é simplesmente impossível. Saber dar tempo ao sucesso, com perserverança e dedicação é um grande segredo.

Há pessoas que não acreditam em estudar, conhecer, fazer cursos, se especializar e esperam ter sucesso. Não terão! Há pessoas que acreditam apenas em seu talento, mas não desenvolvem esse talento. O seu sucesso será efêmero. Dedique-se com disciplina e se aprofunde no seu talento.

E ainda há pessoas que descobrem, depois de muito tempo que não era aquilo que realmente gostavam de fazer. Aí é preciso lembrar que depois de adulto e com uma profissão já estabelecida, é preciso não só fazer o que se gosta, mas aprender a gostar do que se faz. Toda profissão tem problemas. Toda escolha tem prós e contras. Se você não aprender a gostar do que faz, ficará olhando sempre para outras profissões nas horas difíceis daquela que escolheu. Nas horas de dificudade você deve se dedicar ainda mais, se comprometer ainda mais e aí terá sucesso e aprenderá a gostar do que faz. Ninguém ama aquilo que desconhece. É preciso estudar e conhecer bem a nossa profissão para que gostemos dela cada vez mais, todos os dias. Isso exige, novamente, paciência e disciplina.

Assim, qual profissão escolher? Qualquer uma em que você se sinta bem. Mas não seja um profissional pela metade. Não seja mais um “mais-ou-menos”. Seja excelente! Seja diferente! E você terá sucesso – fazendo o que fizer, onde estiver. Acredite e pise fundo!

Pense nisso. Sucesso!

Fonte: Anthropos
Imagem: VoxCards in PhotoBucket by RobertoArCo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: